quarta-feira, 21 de dezembro de 2011

MENSAGEM DE FIM DE ANO


Finda mais um ano. E com ele, todos aqueles projetos que foram feitos no último réveillon, todas as promessas, todas as boas intenções. Boas intenções vale lembrar, há muito se diz que delas o inferno está cheio. Talvez você tenha conseguido cumprir a promessa de emagrecer (eu não consegui), de comprar aquele carro que tanto sonhou (eu não comprei), de parar de fumar (nunca fumei), de trabalhar mais (opa, eu trabalhei bem mais!)... Pode ser que você não tenha cumprido nenhuma das promessas feitas. Pode ser que outros projetos surgiram no decorrer do ano, e aqueles projetos da passagem de ano tenham perdido a importância ante os novos; ou quem sabe você, como é o meu caso, apenas prometeu não fazer promessas!

Seja qual for o caso, daqui a 10 dias tudo isso se acaba, e vem um novo ano. E, com ele, novas promessas: emagrecer, parar de fumar, parar de beber, trocar de carro, de moto, de marido, de mulher, de emprego... ou, novamente, a promessa de não prometer nada, e deixar 2012 acontecer.

Tem aqueles, inclusive, que acreditam que 2012 será o último ano de suas vidas, e tudo porque um calendário usado pelos Maias tinha um fim, que alguns estudiosos acreditam tratar-se do dia 21.12.2012... É, tem isso também!

Para você que acha que o mundo acaba em 2012, para você que acredita que não acaba, para você que nem sabe se estará vivo no fim de 2011, deixo minha mensagem de fim de ano: tire um tempinho para pensar em tudo o que aconteceu neste ano, sejam coisas boas ou ruins, e procure projetar um 2012 melhor. Pense em Deus, que teve a audácia de enviar seu único Filho para morrer por nós (todo mundo sabe que Jesus não nasceu em 25 de dezembro), e fez isto por amor à raça humana, para que todo aquele que crer e o receber tenham também o direito de ser Filho de Deus! (Evangelho segundo São João, 1:12)

Lembre-se que os olhos de Deus estão em todo lugar, e a mão de Deus está estendida para te ajudar a fazer 2012 melhor do que 2011!

Um abraço, e até o próximo ano!

Um comentário: